Número total de visualizações de página

sábado, 20 de julho de 2013

Ao Miguel II | Maria Albertina Natividade da Purificação






































AO MIGUEL




Cada vez mais encantada
Meu príncipe com teus castelos
Que estou estupidificada
Dou por minha rendição
Com o teu Galo de Barcelos
Em tão grande dimensaõ




As palavras, não as tenho
P’ra frasear o agrado
Por todo o teu desempenho
Tenho a boca escancarada
Mas que grande predicado
Que coisa de feiticista
Pois se estou enfeitiçada
Com a tua alma de artista



Realmente um Lusitano
Por via da descendência
Foi p’ra além do oceano
E deixa-me aqui perdida
Sinto-lhe a sua fervência
No enfeito da escultura
E dou por mim carcomida
Encharcada de ternura

 

Ponho-me a poetizar
Pois se me sinto orgulhosa
Já te consigo estimar
Deixo sair um lamento
E dou por mim lacrimosa
Por via da irmandade
Que o teu ilustre talento
Faz-me acrescer a saudade




Ilustração/Arte de Miguel Matos

Sem comentários:

Enviar um comentário